Open InsuranceInovaçãoAPISeguros

APIs: conheça algumas das principais para o mercado segurador

Cada vez mais é preciso investir em tecnologia. Com a transformação digital avança em ritmo acelerado, as seguradoras precisam construir estratégias adequadas de digitalização do negócio. Modernizar os processos e a infraestrutura é fundamental para atender às novas demandas dos clientes e aumentar a competitividade da organização. 

Neste cenário, o Open Insurance aparece como uma ferramenta que promete otimizar essa jornada de inovação. Isso porque nesta plataforma serviços e dados ficam disponíveis também para parceiros, comunidades e insurtechs. Desse modo, todos podem usar a plataforma, de maneira que um ajuda o outro a dar continuidade ao projeto de inovação em aplicações, serviços e modelos de negócio.

O Open Insurance permite, por exemplo, o compartilhamento das APIs, ferramentas fundamentais para a integração de sistemas e serviços das seguradoras. Ou seja, uma corretora pode consumir a funcionalidade desenvolvida por outra, desde que ela esteja disponível em uma plataforma.

Quer conhecer melhor a funcionalidade das APIs e saber quais delas estão disponíveis no marketplace da GR1D? Continue lendo esse artigo!

O que é uma API?

Se você deseja simplificar a construção de novos produtos para a seguradora como, por exemplo, aplicativos, saiba que o uso de uma API será essencial. Do inglês Application Program Interface, a ferramenta, como o nome sugere, tem o objetivo de ser uma interface de programas aplicativos. 

A API pode ser definida como um um conjunto de rotinas, protocolos e ferramentas para a construção de aplicações. 

Isso porque, na prática, a API é responsável por indicar como os componentes de um software devem interagir. Ela permite que diferentes serviços hospedados na nuvem “conversem” entre si, facilitando a entrega de diferentes funcionalidades e recursos para os usuários.

Qual a contribuição das APIs? Como elas ajudam? 

Na era do Open Insurance, as APIs aparecem como ferramentas importantes para viabilizar a oferta de serviços em plataformas. Sem elas, a integração de aplicativos seria muito mais complexa. 

Com uma API que permita conexão com o Gmail, por exemplo, é possível oferecer ao usuário a possibilidade dele fazer login no sistema usando o endereço e a senha da conta Google. Muito mais simples e prático, não é mesmo?

É justamente por otimizar processos como esse do exemplo, que as APIs, muito além de ferramentas tecnológicas, já são consideradas facilitadoras de novos negócios digitais e da jornada de inovação. A tecnologia disruptiva vem se confirmando como uma das estratégias adotadas por médias e grandes empresas no Brasil.

A pesquisa “O Estado das APIs”, realizada pela Sensedia, em parceria com a PwC, traz dados que mostram como a API vem sendo incorporada pelas organizações:

  • 77% das companhias ouvidas utilizam APIs externas para criar um ecossistema de negócios;
  • 60% planejam iniciar um ecossistema ou aumentar a quantidade de parceiros integrados;
  • 45% das médias e 57% das grandes companhias consideram importante a utilização de API para o fomento à inovação.

No mercado de seguros, a pesquisa revelou que a principal motivação para implementação de API tem sido a busca por agilidade e inovação. Isso porque são elas que viabilizam a integração de sistemas legados com tecnologias disruptivas, como Inteligência Artificial e Internet das Coisas

É por meio do uso de uma API ou mais que as seguradoras ganham condições de construir serviços em parceria com outras corretoras. Desse modo, todos os envolvidos têm a possibilidade de desenvolver novos produtos e serviços, sem a necessidade de investir em determinadas tecnologias internamente. 

Por que utilizar as ferramentas de integração?

No mercado financeiro, são as APIs que oferecem sustentação para Open Banking. O uso delas permite, por exemplo, que os correntistas visualizem em um único aplicativo o extrato consolidado de todas as suas contas bancárias e investimentos. 

No Open Insurance não é diferente. Cada API disponível no marketplace pode viabilizar a oferta de uma funcionalidade ou serviço diferente para o segurado. 

Aliadas à Internet das Coisas (IoT) e ao Big Data, as APIs facilitam a criação de ecossistemas complexos e inteligentes, que reúnem pessoas, coisas e empresas e facilitam a troca de serviços de valor agregado. Desse modo, os parceiros que integram essa plataforma podem:

  • Criar e implementar novos produtos/serviços;
  • Aumentar o potencial de produtos e serviços do portfólio;
  • Ampliar os canais de vendas;
  • Melhorar as interações com o cliente e a experiência dele.

Quais APIs usar no Open Insurance?

Agora, se você quer entender na prática como usar uma API, nada melhor do que conhecer a proposta de algumas que já estão no marketplace da GR1D. Veja, a seguir, algumas das APIs das seguradoras mais importantes:

1. Mongeral Aegon Seguros: por meio da API, a seguradora oferece uma série de produtos diferentes com foco em seguros de vida e previdência: São eles:

  • Seguro Minha Família
  • Seguro Proteção Completa
  • Seguro Vida Inteira Resgatável  
  • Aposentadoria
  • Seguro de vida com foco em doenças graves

Dentre os diferenciais, a Mongeral possui ampla experiência na oferta de seguros de previdência. Além disso, os produtos são ajustáveis às necessidades de cada cliente. 

A seguradora também se destaca pelo posicionamento: está entre os 10 maiores grupos de seguros e previdência do mundo.

2. Travel Ace: especializada em oferecer serviço de assistência ao viajante, a seguradora mantém no marketplace uma API soluções voltadas para a comercialização de seguros-viagem. Com presença nos cinco continentes, atendimento 24 horas por dia e 7 dias na semana, a Travel Ace também conta com profissionais qualificados para atender o segurado quando ele mais precisar.

3. Plethora: focada na distribuição/comercialização de serviços assistenciais, na plataforma da GR1D a insurtech compartilha cinco APIs: Assistência Bike, Assistência Funeral, Assistência Pet, Assistência Residencial e Saúde e Bem-estar Individual ou Familiar.

Além destas, você pode conhecer outras ferramentas de integração da GR1D Insurance que fomentam o ambiente de Open Insurance. Confira as demais opções!