Open InsuranceInovação

Ecossistemas de APIs estão impulsionando a inovação em 2020

Poucas tendências estão mais à frente do que a transformação digital nos últimos anos. Um dos pilares fundamentais desta tendência são as APIs (Interface de programação de aplicações). As APIs são conjunto de rotinas, protocolos e ferramentas que conectam um software a outro.

Elas têm sido cada vez mais usadas pelos desenvolvedores de sistemas, porque são ferramentas facilitadoras do processo de integração entre diferentes aplicações, o que promove uma inovação disruptiva

Daqui para a frente, as empresas do mercado de seguros elevarão a integração de aplicativos ao próximo nível. As APIs já vêm sendo utilizadas há muito tempo no mundo digital, em uma série de aplicativos. 

Atualmente é muito difícil encontrar Apps que não usem nenhuma API. Assim, se sua empresa está entrando no mundo da mobilidade, deve estar pensando em como disponibilizar informações de seus sistemas ERP, CRM, ou outros via API para o App usufruir. 

Segundo o Estudo Global de C-suite, realizado pela IBM, as organizações percebem que não podem mais competir por conta própria. Quase 70% estão buscando aumentar suas parcerias externas com a integração de sistemas.

Acompanhe o artigo e entenda por que o ecossistema de APIs vai impulsionar o mercado este ano.

O que é a API Economy

As APIs garantem a transação de dados de um sistema para outro. Ou seja: são as APIs que permitem que dois softwares, mesmo com tecnologias e linguagens diferentes, se comuniquem. 

A transformação digital foi tão importante para a integração entre software, que gerou o conceito de API Economy. Principalmente porque a utilização das APIs trará benefícios à lucratividade de uma empresa.

Grandes empresas abriram caminho usando a economia de APIs para lançar novos modelos de negócios e fornecimento de serviços. Assim, a organização pode agregar novas funcionalidades ou mesmo criar um novo ecossistema de negócios. Isso significa criar um modelo de negócios adicional para seu empreendimento, em que informações valiosas para outras empresas são cobradas por uso.

Aliadas à Internet das Coisas (IoT) e ao Big Data, as APIs facilitam a criação de ecossistemas complexos e inteligentes, que reúnem pessoas, coisas e empresas e facilitam a troca de serviços de valor agregado. Desse modo, os parceiros que integram essa plataforma podem:

  • Criar e implementar novos produtos/serviços;
  • Aumentar o potencial de produtos e serviços do portfólio;
  • Ampliar os canais de vendas;
  • Melhorar as interações com o cliente e a experiência dele.

 A relação entre o ecossistema de APIs e o Open Banking

A inovação disruptiva das fintechs, além das exigências regulatórias europeias, estão pegando muitos bancos globais de surpresa. No curso da transformação digital, estes bancos têm de definir as novas cadeias de valor que possam impulsionar sua participação no mercado e crescimento da receita.

As diretivas regulatórias europeias estão exigindo que os bancos abram seus sistemas de back-end (Open Banking), via APIs para fintechs e outros bancos. O serviço de pagamento PSD2 e o Open Banking estão iniciando a revolução dos serviços financeiros que conectará clientes, aplicativos de terceiros e bancos de novas maneiras, utilizando modelos de negócios diferentes.

Os bancos mais inovadores que adotarem a regulação e a transformação sairão na frente. As principais instituições bancárias estão acompanhando de perto e começando a fornecer acesso baseado em API a serviços para os clientes. 

Outros estão adotando a estratégia de “banco de mercado”, buscando uma participação como uma plataforma bancária no meio, além de terceiros poderem construir uma infinidade de serviços discretos.

Segundo o ProgrammableWeb.com’s Global API Directory, os bancos e fintechs publicaram mais de 275 novas APIs de pagamentos e bancos nos últimos dois anos e meio.

A plataforma de Banking APIs oferecerá um portal para um ecossistema interessante de parceiros confiáveis, ​​que melhorarão a experiência do cliente. Com maior acessibilidade aos produtos e serviços bancários, os novos participantes se tornarão essenciais para os bancos.

Assim, eles poderão adotar novas abordagens para capacitar funcionários, envolver clientes, otimizar operações e transformar produtos para se manterem competitivos.

As integrações criarão melhores experiências

As integrações proporcionam melhores experiências, principalmente na hora de colocar os produtos em ambientes digitais, como um site ou aplicativo. Elas otimizam o trabalho e facilitam o fluxo contínuo de dados entre dezenas e centenas de aplicações que coexistem dentro do ambiente.

As APIs estão se tornando cada vez mais valiosas para os negócios porque surgiram como a maneira mais acessível de extrair valor dos dados corporativos. 

Como é mais fácil de conectar sistemas para troca de informações, as APIs têm uma variedade quase infinita de usos. Podem ser usadas ​​para abrir novos fluxos de receita; melhorar produtos, sistemas e operações existentes e fornecer informações valiosas para tomar melhores decisões de negócios. 

Mas precisam ser organizadas e conectadas de forma estratégica e holística para fornecer qualquer valor. A maneira recomendada que as APIs sejam desenvolvidas, construídas e implantadas é por meio de uma abordagem chamada conectividade liderada por API.

A conectividade liderada por API é uma maneira metódica de usar APIs, projetadas para fins específicos, para expor dados e serviços em uma plataforma para um consumo mais amplo pelas empresas. Com essa abordagem, em vez de conectar fontes de dados e sistemas com integração ponto a ponto, todo ativo se torna uma API gerenciada e moderna.

O 'poder' do gerenciamento de APIs

O gerenciamento de API é feito com base na supervisão das interfaces de programação de aplicativos (APIs) em um ambiente seguro e escalável. Com isso, as empresas que publicam ou utilizam uma API conseguem monitorar seu ciclo de vida. Além disso, garantem o atendimento das demandas dos desenvolvedores que usam a API.

O sistema de gerenciamento de API é vital para possibilitar a integração de sistemas e garantir que as APIs sejam usadas de maneira adequada. Isso porque assegura a documentação completa, níveis mais altos de segurança, testes abrangentes, controle de versão de rotina e alta confiabilidade. Em suma, atende todos os requisitos essenciais para os projetos baseados em software que usam API de integração.

O marketplace de APIs da GR1D no ecossistema de seguros

No mercado de seguros, a transformação digital e a inovação disruptiva dependem da soma de esforços de seguradoras, desenvolvedores e fornecedores. Juntos, eles são capazes de desenvolver e entregar soluções mais completas, simples e práticas aos segurados. 

Ao procurar o suporte de uma solução, a empresa quer contar com uma plataforma simples e completa, capaz de otimizar o trabalho facilmente. Essa é a proposta da GR1D Insurance: oferecer sempre um marketplace que agilize a busca de qualquer API necessária para sistemas de seguradoras. A finalidade é garantir mais assertividade na escolha. 

Todas as soluções são estruturadas para facilitar o acesso e garantir a eficácia das interfaces. O marketplace da GR1D Insurance oferece aos parceiros e clientes vantagens como velocidade e facilidade de conexão, assertividade na busca da API ideal e diminuição de retrabalho e erros. 

Com tantos benefícios, a GR1D Insurance visa ampliar o número de fornecedores e consumidores, garantindo a diversidade de produtos, facilitando a venda de novos serviços e aumento de receita. 

Para saber mais sobre o marketplace da GR1D Insurance, continue acompanhando o Trends.